Translate

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Josias e o retorno à adoração

      Josias era filho de Amom, um mau rei, que fez o que o Senhor reprova (II Cr 33:25), e neto de ninguém menos que Manassés, o rei mais perverso que Judá teve. Tinha 8 anos de idade quando iniciou seu reinado e reinou por 31 anos em Jerusalém (II Cr 34:1).
    Devido à idolatria introduzida por seu avô e continuada por seu pai, a adoração havia sido seriamente comprometida (II Rs 21:2-7). Mas, Josias, aos 16 anos de idade, no 8º ano de seu reinado, começou a buscar ao Senhor e a purificar a Judá e a Jerusalém (II Cr 34:3). Derrubou os altares de baalins, e os postes sagrados , esmagou todos os ídolos, reduzindo-os a pó, e despedaçou todos os altares de incenso espalhados por Israel (II Cr 34:7). Mas ainda era preciso restaurar o templo, e, no 18º ano de seu reinado, Josias inicia uma reforma no templo (II Cr 34:8). E foi exatamente durante a reforma do templo que o Livro da Lei foi encontrado pelo sacerdote Hilquias (II Cr 34:14).
    A Palavra de Deus havia se perdido, seus mandamentos não eram mais transmitidos e ensinados. A falta de conhecimento da Palavra de Deus gerava ignorância acerca dos princípios divinos, que gerava um estilo de vida vivido sem o direcionamento de Deus, que gerava total afastamento da vontade de Deus, num círculo vicioso sempre crescente (Os 4:6). 
   Josias estava preocupado em se voltar pra Deus, queria restaurar a adoração, mas não poderia saber como agir de modo correto sem o conhecimento da Palavra (Sl 119:105).
   O Livro da Lei foi levado ao rei por Safã, secretário real, e lido diante dele. Não bastava ter encontrado o Livro, era necessário conhecer seu conteúdo (ICr 34:18). Não basta portar uma Bíblia, é necessário conhecê-la, estudá-la, vivê-la. A leitura do Livro da Lei gerou:

  • Reconhecimento de pecado e humilhação: "Assim que o rei ouviu as palavras da Lei, rasgou suas vestes." (II Cr 34:19).
   Josias reconheceu os seus pecados e os pecados de sua nação e humilhou-se como sinal de arrependimento. A Palavra de Deus tem caráter libertador (Jo 8:32). Não basta apenas ler ou conhecer a Bíblia, é preciso viver, é preciso mudança de mente (metanoia). 
   Ao invés de nos preocuparmos tanto com a vida alheia, precisamos olhar para nossas próprias atitudes à luz da Palavra de Deus. Muita gente só lê a Bíblia pra ter o que falar para os outros, ou para condenar o erro de outras pessoas, mas experimente lê-la pra sua própria vida, como numa palestra com Deus em que ele mostre a vontade dele pra você.

  • Busca do Senhor e de sua vontade (II Cr 34:21). 
    Josias, ao tomar conhecimento de seus erros, vai agora buscar ao Senhor e procurar conhecer sua vontade  
   Quando conhecemos nossas falhas, precisamos recorrer a Deus afim de aprendermos dele como nos aproximarmos mais da sua vontade e endireitarmos nossa vida. A mudança começa no interior do ser humano quando nos tornamos cônscios de nossos erros, mas a mudança não é apenas interior, antes o verdadeiro arrependimento se exterioriza através da transformação de nossos atos.

  • Renovação de aliança (II Cr 34:29-33).
   Ao tomar conhecimento da vontade de Deus, Josias reúne todo o povo pra renovar a aliança com o Soberano Senhor:"E enquanto ele viveu, o povo não deixou de seguir o Senhor, o Deus dos seus antepassados." (II Cr 34:33b).

  • Avivamento (II Cr 35).
   Josias celebrou a Páscoa como nenhum outro rei antes dele (II Cr 35:18). Houve um avivamento nacional, todos deixaram seus afazeres e se reuniram para adorar a Deus. O próprio rei ofereceu dos seus bens pessoais 30.000 ovelhas e cabritos para as ofertas da Páscoa, além de 3.000 bois (II Cr 35:7). Todo o serviço foi organizado e cada um assumiu o seu lugar (II Cr 35:10).

    A Palavra de Deus é poderosa para operar consciência de pecado, mudança de atitude, busca a Deus e avivamento. Muitos métodos têm sido criados por aí afora, alguns até são bons, outros meio duvidosos, mas o que realmente traz resultados permanentes é o ensino compromissado e verdadeiro da Palavra de Deus:"Meu povo foi destruído por falta de conhecimento." (Os 4:6a)
   
Busquemos viver a verdadeira adoração ensinada pelas Escrituras Sagradas.

Paz e até.


   
  

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adorei sua visita! Deixe seu comentário!