Translate

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Deus que me vê

   "Então Sarai tanto maltratou Hagar que esta acabou fugindo. O Anjo do Senhor encontrou Hagar perto de uma fonte no deserto, no caminho de Sur." (Gn 16:6 c, 7).


   Hagar estava com medo e confusa, seu futuro era incerto. A situação que vivia era nova e ela não soube como agir. Quando se viu grávida do filho que Sarai não podia gerar, adotou uma atitude de superioridade e que resultou em hostilidade por parte de Sarai. Sem saber o que fazer, sem ter a quem recorrer, Hagar foge dos maus tratos de Sarai e vai para o deserto. Quem iria se importar com o destino de uma escrava? Quem se importaria com os sentimentos dela? Mas Deus estava vendo toda a situação que ela enfrentava e ele se importava. E depois do encontro com Deus, ela declara: " Tu és o Deus que me vê." (Gn 16:13). Ver é mais do que olhar. Quem olha, às vezes não presta atenção, mas quando vemos, enxergamos e nos atemos aos detalhes.
Deus vê.
   


O Deus que me vê

   
   Durante a construção da catedral Nacional em Washington D.C., um visitante parou para observar um velho escultor que trabalhava caprichosamente em sua obra de arte. O visitante ficou sabendo que, quando esta determinada peça esculpida fosse colocada no lugar, ficaria perto da parede, onde não seria vista por ninguém.
   "Por que você está se esforçando tanto em uma coisa que ninguém verá?", perguntou o admirado observador.
   "Deus vai vê-la", respondeu o escultor.
   Algumas vezes é um tanto incômodo saber que nosso Deus é um Deus que tudo vê! Preferimos colocar nossos erros e falhas nas sombras, em um cantinho, contra a parede - em qualquer lugar em que fique fora de vista. Às vezes conseguimos esconder aquilo que queremos esconder das outras pessoas, mas nunca o escondemos do olhar penetrante e purificador de Deus: "Os olhos do Senhor estão em toda parte, observando atentamente os maus e os bons" (Pv 15:3).
   Mas há outras ocasiões quando, como Hagar, ficamos maravilhados e agradecidos pelo Deus que vê. Os problemas que enfrentamos e que ninguém mais compreende - Deus vê. A dor que sentimos - Deus vê. As tarefas que realizamos pelas quais ninguém nos agradece nem nos dá tapinhas nas costas - Deus vê. (Mary Foxwell Loeks)


    Sabemos que o nosso Deus é onisciente, onipresente e onipotente mas, mesmo assim, muitas das vezes, vivemos como se isso não fosse verdade. Daí distratamos os outros, agimos com desonestidade, mentimos, sofremos, nos sentimos sozinhos e  que não há quem se importe com nossos sentimentos e etc, etc e etc...Afinal ninguém está  nos vendo, não é mesmo?  Enquanto isso vamos vivendo com uma máscara de boa conduta e de sorrisos de felicidade. Mas com Deus não adianta disfarces. Ele nos conhece muito bem e, mesmo quando tudo ao nosso redor colabora para que pensemos que estamos sós, Ele está presente e se importa conosco: "Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me sento e quando me levanto; de longe percebes os meus pensamentos. Sabes muito bem quando trabalho e quando descanso; todos os meus caminhos são bem conhecidos por ti. Antes mesmo que a palavra me chegue à língua, tu já a conheces inteiramente, senhor" (Sl 139:1-4).

   Faça a sua vida ser mais bonita mesmo quando ninguém estiver por perto pra te aplaudir, pois Deus está vendo. E não faça por medo do castigo (Deus não fica por aí, esperando que você cometa uma infração para depois te punir), e muito menos porque você é perfeito - você não é, você é falho -, mas faça porque você é filho de Deus, porque você o ama, porque Ele te ama. E mesmo quando ninguém nos vê, o Senhor vê.


Paz e até.

Um comentário:

  1. Belíssimo texto! Ao ler esta postagem fiquei a imaginar os olhos do Senhor nos observando, atentamente nos vendo! Aleluia! Que possamos, ao sermos vistos pelo Senhor, achados em graça aos Seus olhos.

    Abraço fraterno para ti minha amiga em Cristo Fernanda Souza.

    Pastor Ismael

    ResponderExcluir

Adorei sua visita! Deixe seu comentário!