Translate

sábado, 5 de julho de 2014

Aliança

   "Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor." (Hb10:16a - NVI)


Lembro-me como se fosse hoje, do dia em que meu marido (na época meu namorado) e eu compramos nossa aliança. Íamos ficar noivos e a aliança era algo importante nessa nova etapa. Tão importante que eu dediquei muito tempo pesquisando modelos e preços. E como queríamos uma aliança que fosse durável, que nos acompanhasse por muito tempo, então qualidade era essencial. E fiquei feliz com a escolha que fizemos.
  Hoje toda vez que olho para ela, lembro-me que sou comprometida com alguém. Não consigo olhar para ela sem lembrar que minha vida está intimamente ligada à vida de outra pessoa. Claro que a aliança que carrego no meu dedo é só um símbolo do compromisso que foi firmado dentro do meu coração, mas ela não passa despercebida. Ninguém precisa me perguntar se sou casada, basta olhar para ela. É um sinal de que meu coração já pertence a alguém. Significa que não estou sozinha neste mundo, eu tenho um pacto, um acordo, um concerto em prol de um objetivo comum: formar uma família feliz e alicerçada no Senhor Deus.
   Ao longo da história humana, Deus estabeleceu pactos com o homem. Alguns desses pactos foram violados devido à incapacidade humana de cumprir sua parte: obedecer. A primeira aliança que Deus fez com o homem, ainda no Éden, foi quebrada devido à desobediência a uma ordem direta dada por Deus. Ao longo do tempo, outras alianças foram estabelecidas. Cada uma com o seu papel, mas com caráter provisório até que a Nova Aliança fosse firmada através de Jesus. No pacto realizado no Monte Sinai, a Lei fora escrita em pedras, no Novo Concerto, a Lei é escrita no próprio coração do homem. Não é mais externa e sim interna. Não dependemos mais de alguém que nos ensine como os israelitas dependiam do sumo sacerdote para sacrificarem a Deus e obterem perdão de pecados, temos o Espírito Santo dentro de nós para nos capacitar e ensinar acerca da vontade de Deus e nos levar ao arrependimento e perdão pelos nossos erros.
   Muitos dizem ter feito uma aliança com Deus, mas não entenderam ainda o significado de se ter um pacto com o Criador. Aliança indica relacionamento, comprometimento. É impossível termos uma aliança com Deus e não possuirmos marcas que nos identifique como alguém que pertence ao Todo Poderoso. Num acordo os objetivos se tornam comuns, os ideais de um passam a ser os ideais do outro: "Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" (Am 3:3). Se a vontade de um é diferente da vontade do outro, não há acordo, e sem concordância não há aliança. E quando se trata de relacionamento com Deus é a vontade dEle que deve prevalecer sempre: "eis que como o barro nas mãos do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel" (Jr 18:6b).
   Para podermos ter aliança com Deus também custou um preço, e muito caro. Tão caro que não poderíamos pagar seu alto valor. Mas podemos gozar de um profundo relacionamento com Deus, pois o preço que não podíamos pagar, foi pago na cruz do calvário através de Jesus Cristo. O sacrifício vicário abriu-nos um novo caminho de acesso ao Pai, pelo qual podemos nos achegar com confiança: "Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé."(Hb 10:19 - 22).
   A verdadeira aliança com Deus não permite que vivamos sem consciência de que somos comprometidos com Deus. Quem tem relacionamento de intimidade com o Pai não vive sua própria vontade, pois sabe que leva sobre si o Nome de Jesus e isso é uma grande responsabilidade. Nossas atitudes mostram a quem servimos e com quem somos comprometidos. Em qualquer hora ou lugar, não importa onde estejamos ou o que fazemos, devemos agir de acordo com este compromisso: "Vivei, acima de tudo, por modo digno do Evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos por uma fé evangélica" (Fp 1:27). Minha aliança com Deus me diz constantemente que não posso viver como se não tivesse um dono e um Senhor que me comprou com seu precioso sangue, e que é preciso viver de um modo digno desse compromisso.
                                             
                                                 Paz e até.

7 comentários:

  1. Muito linda postagem fer gostei muito. ...o símbolo da aliança é importante mais a que vale mesmo é a do coração com namorado noivo marido e principalmente com Deus :)

    ResponderExcluir
  2. Fomos criados para sermos adoradores. Se não for assim, estamos fora do proposito de Deus.

    ResponderExcluir
  3. Que abençoado texto minha irma em Cristo Fernanda.
    Como lemos no livro aos Hebreus: "quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu de forma imaculada a Deus, purificará a nossa consciência de atos que levam à morte, para que sirvamos ao Deus vivo! Por essa razão, Cristo é o mediador de uma nova aliança para que os que são chamados recebam a promessa da herança eterna, visto que ele morreu como resgate pelas transgressões cometidas sob a primeira aliança." Hebreus 9 14-15

    Deus abençoe
    Pastor Ismael

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo, e nossa aliança com Ele foi selada com o sangue na cruz

    ResponderExcluir
  5. JÁ ESTOU TE SEGUINDO, SE DESEJAR RETRIBUIR http://marcelooquadros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela participação de todos vocês. Voltem sempre, vossa presença enriquece esse espaço.
    Deus vos abençoe hoje e sempre!

    ResponderExcluir
  7. Amém .... linda reflexão!
    Devemos honrar e aliança que um dia fizemos com o Senhor e ele conosco.
    Devemos viver intensamente e verdadeiramente para com o nosso Deus.

    Abraço !

    ResponderExcluir

Adorei sua visita! Deixe seu comentário!