Translate

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Bom é ter esperança

   "Bom é ter esperança e aguardar em silêncio a salvação do Senhor"
   (Lm 3:26)

   Jeremias profetizou por cerca de quarenta anos, mas enquanto profetizava, via Judá colocar a sua confiança nas palavras positivas dos falsos profetas, que anunciavam paz e não denunciavam o pecado (Lm 2:14). O povo ia ao templo, cumpria seus rituais religiosos e depois voltava às suas práticas pecaminosas e à sua idolatria dividindo a "adoração" entre Deus e os falsos deuses. 
   Desde o início de seu ministério, Jeremias foi avisado por Deus de que não seria uma trajetória fácil. Ele deveria trazer ao povo uma mensagem de juízo (Jr 1:10) que não seria popular (Jr 1:19)
   Quando Jeremias vive o cumprimento de suas próprias profecias, escreve o livro de Lamentações, onde expressa a dor pela qual ele e o povo passavam naquele momento. Ele fala:

  • Da humilhação dos príncipes (Lm 1:6);
  • Do escárnio dos inimigos (Lm 1:7);
  • Da profanação do santuário (Lm 1:10);
  • Da fome generalizada (Lm 1:11);
  • Da morte generalizada (Lm 1:21).
   Tudo isso provocou no profeta perca das forças, da esperança e um abatimento da alma (Lm 3:18-20).
   Passar por períodos de abatimento, dúvidas, questionamentos é perfeitamente normal. Somos seres humanos, dotados de sentimentos, e a realidade que nos cerca às vezes nos afeta profundamente, como a violência crescente, uma crise familiar, problemas no trabalho, dívidas, e tantas coisas mais que parecem sugar a energia e minar a esperança de que algo bom possa acontecer. Mas o que não pode acontecer é permanecermos nesse abatimento, é preciso reerguer-se e isso só é possível quando conseguimos tirar o foco das nossas expectativas daquilo que é externo, imperfeito ou de nossas próprias capacidades. É preciso direcionar nossa esperança pra Deus. Foi o que Jeremias fez, em meio à crise ele deixa de olhar para os problemas, para o caos e põe os seus olhos em Deus. Jeremias entende que a misericórdia de Deus é atuante:

  • É por causa dela que não somos consumidos (Lm 3: 21-22);
  • É ilimitada (Lm 3:22b);
  • São renováveis (Lm 3:23);
   Jeremias se lembra que havia promessa de restauração. O mesmo Deus que o levantara para anunciar o juízo também havia prometido restaurar seu povo (Jr 1:10 - para edificares e para plantares). Jeremias sabe que a fidelidade de Deus é grande (Lm 3:23b), ou seja, Deus é verdadeiro, não falha, sua promessa se cumpriria. Saber da fidelidade de Deus mesmo vivendo um momento caótico, faz com que Jeremias volte a ter esperança (Lm 3:26). A lembrança da palavra fiel de Deus mudou suas expectativas com relação ao futuro.
   Precisamos trazer à memória aquilo que pode nos dar esperança, não uma esperança em coisas perecíveis e falíveis, mas uma esperança naquele que é imutável, cujas palavras não hão de passar. Só a Palavra de Deus pode produzir em nós uma esperança que não traz confusão (Rm 5:5). Ter esperança é olhar a partir da perspectiva de Deus, e só se chega a esse olhar através do exame das Escrituras Sagradas.
   O povo nos dias de Jeremias preferia as palavras mentirosas dos falsos profetas porque eram agradáveis de se ouvir e depositavam a sua esperança no erro. Infelizmente há um número de pessoas dentro de nossas igrejas hoje, que preferem ouvir palavras agradáveis que massageiam seu ego, mas que não produzem nenhuma mudança de vida do que serem confrontadas pela verdade do evangelho. Mensagens de auto ajuda, mensagens de um evangelho triunfalista, mensagens que colocam Deus como um amuleto que pode trazer riqueza, boa saúde, e tudo o mais que precisarmos. Mensagens que ensinam a depositar a confiança naquilo que Deus pode fazer e não em quem Ele é. A esperança de Jeremias estava baseada na fidelidade de Deus, em quem Deus é, em sua misericórdia infinita, por isso ele conseguiu enxergar um futuro de restauração enquanto ao seu redor só havia destruição. A esperança em Deus produziu na vida do profeta a constância espiritual necessária para suportar os momentos de crise. A esperança não nos deixa desistir:
"Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão"
(Is 40:31)

Que Deus renove a sua esperança nEle.
Paz. Até.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adorei sua visita! Deixe seu comentário!